Parcialmente nublado
Ashburn, USA
A+ A A-

Oferecimento

Casal é preso em flagrante no Recife por extorquir padre de 47 anos

Por  | Para: CBN Foz
Segundo polícia, Maria José e Jose Alexsandro extorquiam o padre há dois anos e compraram uma casa com o dinheiro (Foto: Reprodução/TV Globo)'Eu tinha um envolvimento com o padre', disse José
Alexsandro (à direita na foto). Maria José aparece de preto, à
esquerda.  (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um casal foi preso em flagrante no Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, na Zona Sul do Recife, acusado de chantagear o padre Jose Rogério de Souza Quirino, de 47 anos. A prisão ocorreu na manhã desta terça-feira (11), depois que o padre denunciou à polícia José Alexsandro Diógenes, de 33 anos, e Maria José Araújo da Silva Diógenes, de 22. “Com os valores exigidos, ele chegou a adquirir uma casa em Jaboatão dos Guararapes [Grande Recife]”, conta o delegado Cláudio Castro, titular do Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil.

A chantagem vinha acontecendo há dois anos segundo a polícia. O casal ameaçava e recebia dinheiro em troca. As imagens do flagrante mostram o momento em que o casal recebe um envelope com R$ 5 mil em dinheiro e são presos por policiais do GOE. Quem entregou o dinheiro foi o padre, que já tinha chamado a polícia, preparada para efetuar a prisão. Depois de dar o dinheiro, ele segue em direção ao estacionamento.

“Eu tinha um envolvimento com o padre. Só isso”, disse José Alexsandro. O casal foi levado para a sede do GOE, onde prestou depoimento, e foi autuado em flagrante pelo crime de extorsão. Ele será encaminhado ao Centro de Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, e ela será levada à Colônia Penal Feminina, no Recife, onde ficam à disposição da Justiça. O padre também prestou depoimento, na condição de vítima.

Rogério de Souza Quirino, de 47 anos, denunciou o casal à polícia (Foto: Reprodução/TV Globo)Rogério de Souza Quirino, de 47 anos, denunciou o casal à
polícia (Foto: Reprodução/TV Globo)

“O padre nos procurou noticiando que estava sendo vítima, e portanto não aguentando mais. É importante que as vítimas [desse tipo de crime] procurem a sede do GOE porque a partir do momento que você cede à primeira exigência, reiteradamente esse crime pode voltar a acontecer”, explicou o delegado Cláudio Castro.

Se condenado, o casal pode pegar até dez anos de prisão. Ainda de acordo com Cláudio Castro, outras pessoas serão ouvidas no inquérito, que deve ser concluído em até dez dias. O advogado do padre, assessor jurídico da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Ernesto Gonçalo Cavalcante, acompanhou a operação, mas não quis gravar entrevista. 

O padre Antônio Inácio Pereira, vigário geral da Diocese de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte, onde o padre José Rogério trabalhava, informou que o caso está com a polícia e que todas as providências serão tomadas quando o bispo da Diocese, Dom Severino de França, voltar de férias.

 


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

  1. Últimas
  2. + Lidas
 

Rádio Comunicadora de Foz do Iguaçu Ltda - AM 1320 KHz - Avenida Paraná, 201 - CEP 85857-970
Site melhor visualizado em 1100x1800. Atualize seu navegador para uma melhor experiência de navegação em nosso site
CBN Foz