Nublado
Woodbridge, USA
A+ A A-

Faculdades da região de Campinas com vestibular 'barrado' vão recorrer

  Ministro Mercadante na entrevista coletiva desta terça (Foto: Ricardo Moreira/ G1)Ministro da educação divulgou resultados do CPC 
na quinta-feira (Foto: Ricardo Moreira/ G1)

Três cursos de instituições de ensino superior das regiões de Campinas (SP) e Piracicaba (SP) tiveram o vestibular suspenso e outra faculdade o vestibular fechado pelo Ministério da Educação (MEC). A lista de cursos foi publicada na edição desta sexta-feira (6) do "Diário Oficial da União". A penalidade é resultado dos números do Conceito Preliminar de Cursos (CPC) de 2012 e será aplicada aos cursos que tiveram conceito insatisfatório em 2009 e repetiram o resultado em 2012. Três faculdades da região informaram que vão se adequar às exigências e recorrer da decisão. A outra instituição extinguiu o curso antes da determinação (veja abaixo).

O MEC considera insatisfatórios os cursos com conceito abaixo de 3. A escala varia de 1 a 5. Os cursos com vestibular suspenso deverão apresentar um protocolo de compromisso e, com isso, o MEC poderá autorizar a reabertura do vestibular. Além disso, o Ministério da Educação fará uma avaliação in loco após a entrega do protocolo. Os cursos com tendências negativas deverão executar o protocolo de compromisso durante o ano para que a abertura de novas vagas seja reavaliada.

Em Mogi Guaçu (SP), o vestibular para o curso de administração da Instituição de Ensino São Francisco (IESF) no campus de Mogi Guaçu (SP) foi cancelado porque, além de ter ficado no patamar insatisfatório considerado pelo MEC, ainda cai de conceito. Em 2009, o CPC da faculdade foi de 1,864 e três anos depois 0,958. O departamento jurídico do IESF informou que viajará para Brasília (DF) na terça-feira (10) para apresentar e protocolar um projeto de melhorias para adequações imediatas do curso.

A institução aplicou o vestibular 2014 no dia 30 de novembro. Em relação aos resultados do CPC, o IESF considerou o desempenho negativo como "isolado" porque os outros cursos tiveram notas boas na mesma avaliação.

Vestibulares suspensos
Ainda na região de Campinas, o curso de moda do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal), no campus de Americana (SP), teve CPC de 1,612 em 2009 e de 1,632 no índice seguinte, em 2012, e por isso teve o vestibular suspenso. Em nota, o Unisal informou que vai entrar com recurso junto ao MEC. O referido curso de moda teve início em 2004 e foi reconhecido pelo Ministério da Educação em 2007 com nota 4.

"Foi solicitada a reconsideração da nota do Enade devido a não existência da área específica de Moda no mesmo – o curso atualmente faz o exame dentro da área de Design, com conteúdo distinto das demandas dos profissionais formados pelo curso. O curso solicitou em 2010 a visita de renovação de reconhecimento, conforme legislação educacional vigente, e permanece à disposição do MEC", diz o comunicado.

O curso de ciências contábeis da Faculdade de Americana (FAM) também teve o vestibular suspenso. Apesar de tendência ascendente na nota, que subiu de 1,627 para 1,937 entre um conceito e outro, o MEC considerou insatisfatórios os índices. Em nota, a FAM informou que atenderá as determinações do Ministério da Educação e que está trabalhando para implantar toda a reestruturação necessária e conquistar novamente a possibilidade de oferecer o curso. A faculdade considera o caso isolado, pois tem outros 24 cursos de graduação com notas aprovadas pelo MEC.

Já na região de Piracicaba, o curso de direito da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), no campus de Santa Bárbara D'Oeste (SP), registrou CPC de 1,612 em 2009 e 1,632. Em nota, a Unimep informou que o curso já foi extinto há um ano, no segundo semestre de 2012, pela por deliberação da própria Faculdade de Direito porque não estava alcançando os bons resultados buscados pela universidade.

270 cursos atingidos
Em entrevista coletiva na tarde de quinta-feira (5), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou que 152 dos 270 cursos terão o vestibular suspenso, e 118 cursos terão o vestibular fechado. A diferença entre as duas punições é que, no primeiro caso, os cursos tiveram nota insuficiente em 2009 e 2012, mas apresentaram uma tendência ascendente na nota. Já no segundo caso, os cursos, além de terem ficado no patamar insatisfatório, ainda caíram de conceito.

A maioria dos cursos com resultados insatisfatórios são de administração (103), seguido por ciências contábeis (51), direito (38), comunicação social (16) e os demais (62). Ao todo, foram avaliados no CPC de 2012 os cursos de humanidades: administração, ciências contábeis, ciências econômicas, design, comunicação social, direito, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo e turismo.

Os cursos superiores de tecnologia das áreas de gestão comercial, gestão de recursos humanos, gestão financeira, logística, marketing e processos gerenciais também foram avaliados. A lista de cursos suspensos inclui instituições de 23 estados, e na de cursos fechados figuram universidades, faculdades, institutos e centros universitários de 22 estados. O Rio Grande do Sul foi o único estado que não apareceu em nenhuma das duas listas.

Os 152 cursos com vestibular suspenso, que representam 24.828 vagas, deverão apresentar um protocolo de compromisso e, com isso, o MEC poderá autorizar a reabertura do vestibular. Além disso, o MEC fará uma avaliação in loco após a entrega do protocolo. Os cursos com tendências negativas deverão executar o protocolo de compromisso durante o ano para que a abertura de novas vagas seja reavaliada.

Mercadante anunciou ainda que o ministério fará, no ano de 2014, uma inspeção presencial em todos os cursos de direito oferecidos pelas instituições de ensino superior no país. De acordo com ele, trata-se de "um pente fino nos cursos de direito do Brasil". Mercadante afirmou que atualmente o país tem 740 cursos de graduação na área.

Conceito Preliminar de Curso
O CPC é composto por diversos indicadores. As notas no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) correspondem a 55% da nota do CPC, a infraestrutura e instalações tem peso de 15% no índice, e os recursos didático-pedagógicos e corpo docente respondem pelos demais 30% da composição do conceito. Os cursos recebem conceitos de 1 a 5. Cursos com conceitos 1 ou 2 estão sujeitos a medidas administrativas, entre elas a suspensão da abertura de novas vagas por meio de processos seletivos. Ou seja, a universidade pode fazer vestibular em geral, mas não pode ofertar vagas no processo seletivo em cursos que foram suspensos.

No total foram avaliadas 1.762 instituições de ensino superior e 8.184 cursos. Segundo os dados divulgados, em 2009, 27% dos cursos avaliados obtiveram conceitos 1 ou 2. Em 2012, a porcentagem caiu para 12%.

Índice Geral de Cursos
Em 2012, 2.008 instituições do sistema federal foram avaliadas no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). Deste total, 1.461 instituições tiveram um resultado satisfatório e 344 insatisfatórios, das quais 60 foi reincidentes com notas abaixo de 3. O índice tem notas de 1 a 5. Instituições com IGC 1 ou 2 estão abaixo da média. O IGC considera a avaliação dos cursos das instituições do último triênio. Assim, em 2012, segundo dados do MEC, 17,2% das instituições ficaram abaixo da média. Na comparação com 2009, quando foram avaliados os mesmos cursos, este índice era de 32,7%.

As 60 instituições com notas reincidentes abaixo de 3 não poderão ampliar a sua estrutura como o número de vagas ou ensino à distância. O Ministério da Educação fará uma abertura de processo de supervisão e aplicação de medidas cautelares e visitas de verificação in loco para a revisão das medidas cautelares.


Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

  1. Últimas
  2. + Lidas
 

Rádio Comunicadora de Foz do Iguaçu Ltda - AM 1320 KHz - Avenida Paraná, 201 - CEP 85857-970
Site melhor visualizado em 1100x1800. Atualize seu navegador para uma melhor experiência de navegação em nosso site
CBN Foz