Nublado
Woodbridge, USA
A+ A A-

Manifestação deixa rastro de destruição no Centro do Rio

Prédios foram pichados e pontos de ônibus, depredados.


Em página de rede social, um novo protesto é anunciado para o dia 20.

 

Banca de jornal na Avenida Rio  Branco amanheceu pichada. (Foto: Mariucha Machado / G1)
Banca de jornal na Avenida Rio Branco amanheceu pichada. (Foto: Mariucha Machado / G1)

O Centro do Rio amanheceu mais uma vez com marcas do vandalismo após a manifestação contra o aumento da tarifa de ônibus realizada na noite de quinta-feira (13). O G1 percorreu, na manhã desta sexta (14), o trajeto feito pelos manifestantes e encontrou pichações, prédios e bancos com vidros quebrados e pontos depredados.

O protesto, que começou na Candelária e passou por diversas ruas do Centro, foi pacífico em grande parte do trajeto. A confusão começou quase no fim da manifestação. Segundo a Polícia Civil, 18 pessoas chegaram a ser detidas. Um homem foi preso em flagrante por deixar um artefato na Estação Estácio (leia abaixo).

Quem passou pelo Centro nesta manhã não precisou se esforçar para ver as marcas. Prédios históricos foram pichados e pontos de ônibus, depredados e portas de bancos, quebradas. Na página do Facebook "Operação Pare o aumento das passagens", os manifestantes prometem um novo protesto para o dia 20.

A dona de uma banca de jornal na Avenida Rio Branco, que preferiu não se identificar, contou que fechou o estabelecimento mais cedo para não ter problemas. O funcionário de outra banca, na altura do número 125, contou que os manifestantes subiram no teto na banca, estragaram o painel. "A educação do povo brasileiro está uma maravilha. Um país tão bom e está desta maneira", ironizou.

Bancos tiveram as portas quebradas durante o protesto (Foto: Mariucha Machado / G1)
Bancos tiveram as portas quebradas durante o protesto (Foto: Mariucha Machado / G1)

Algumas lojas da avenida tiveram as portas de vidro quebradas. O piso de entrada do Teatro Municipal foi pichado com o valor da nova passagem de ônibus, que passou de R$ 2,75 para R$ 2,95. Mais à frente, a escadaria da Câmara de Vereadores também ganhou novas marcas. Nem mesmo as faixas de pedestres do cruzamento para Avenida Araújo Porto Alegre escaparam da ação dos vândalos.

Manifestantes picharam vidros de empresas, pontos de ônibus, prédios históricos e bancas de jornais (Foto: Reprodução / TV Globo)
Manifestantes picharam vidros de empresas, pontos de ônibus, prédios históricos e bancas de jornais (Foto: Reprodução / TV Globo)

Bem pertinho da Biblioteca Nacional, bancas, totens de propaganda e vidros de bancos foram pichados. Algumas inscrições faziam referência ao evento esportivo que o Rio sediará: "Copa pra quem?"

A manifestação de quinta começou na Igreja da Candelária, por volta das 18h e terminou às 22h, após percorrer trechos da Avenida Presidente Vargas, Avenida Rio Branco, Rua Araújo Porto Alegre, Avenida Presidente Antônio Carlos e Rua Primeiro de Março. Algumas pessoas foram detidas e encaminhadas para a delegacia.

Hotel Guanabara amanheceu com tapumes em portas e janelas (Foto: Mariucha Machado / G1)
Hotel Guanabara amanheceu com tapumes em portas e janelas (Foto: Mariucha Machado / G1)

O novo preço da passagem de ônibus entrou em vigor no dia 1º de junho. A manifestação, que começou por volta das 17h, terminou às 22h. Até as 20h45 a manifestação era pacífica, no entanto, houve confronto quando manifestantes sentaram no cruzamento das avenidas Rio Branco e Presidente Vargas.

Detidos
Em nota, a assessoria da Polícia Civil informou que as 18 pessoas detidas foram levadas para a 5ª DP (Centro), sendo que 16 delas foram liberadas em seguida, por não constar nada contra elas no sistema de inteligência da polícia. Ainda de acordo com a nota, um casal foi detido e vai responder, em liberdade, pelo crime de desobediência, no Juizado Especial Criminal (Jecrim). Jorge Luis Chaves foi preso em flagrante por tentar colocar um artefato explosivo na estação do Metrô do Estácio.

Vândalos picharam a fachada do Palácio Tiradentes, no Centro do Rio (Foto: Reprodução / TV Globo)
Vândalos picharam a fachada do Palácio Tiradentes, no Centro do Rio (Foto: Reprodução / TV Globo)
Atualizado em

Adicionar comentário

Importante: O conteúdo postado neste espaço é de responsabilidade do autor.


Código de segurança
Atualizar

  1. Últimas
  2. + Lidas
 

Rádio Comunicadora de Foz do Iguaçu Ltda - AM 1320 KHz - Avenida Paraná, 201 - CEP 85857-970
Site melhor visualizado em 1100x1800. Atualize seu navegador para uma melhor experiência de navegação em nosso site
CBN Foz